Manchetes

 

Indústria. Foto: CNI.

O Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) aumentou 3,2 pontos em junho em comparação ao mês anterior. É a segunda alta consecutiva do índice, que se situa em 61,7 pontos, bem acima da linha divisória de 50 pontos, que separa a confiança da falta de confiança, o que demonstra otimismo forte e disseminado na indústria.
 
O Ceará tem o décimo segundo maior PIB do Brasil, com R$ 137,1 bilhões. Segundo a Confederação Nacional da Indústria (CNI), o PIB industrial do estado é de R$ 24,8 bilhões, o equivalente a 1,9% da indústria nacional, empregando cerca de 306.553 trabalhadores na indústria. 
 
Para o deputado federal Heitor Freire (PSL-CE), o índice é um importante termômetro para medir a capacidade do País e do estado, e o resultado demonstra que a indústria segue confiante na economia e no desempenho das empresas este mês. “Estamos dando os primeiros suspiros após um período muito difícil para a sociedade brasileira e logicamente que impactam na produção do País. Mas depois da turbulência vem um rearranjo econômico, o país tem se organizado e disposto a produzir”, destacou.


 
O avanço da vacinação tem contribuído para este cenário, segundo o deputado. Para ele, é preciso continuar avançando nas reformas, especialmente a tributária, pois isso gera ânimo e expectativas positivas no mercado, ampliando investimento externo e retomando a recuperação da economia. 
 
O ICEI é composto por dois índices: de Condições Atuais e de Expectativas, todos os componentes registraram avanço em junho de 2021. Destaca-se a alta do Índice de Condições Atuais, cujo crescimento demonstra uma percepção mais positiva do estado atual da economia brasileira e das empresas. O índice cresceu 4,6 pontos, de 50,2 para 54,8 pontos, se afastando, assim, da linha divisória de 50 pontos que separa uma percepção negativa de uma percepção positiva das condições atuais.


 
O Índice de Expectativas, que já estava em um alto patamar, avançou 2,5 pontos, atingindo 65,1 pontos, o que indica ainda mais otimismo da indústria para os próximos seis meses. O índice vem oscilando há alguns meses, mas se mantém em patamar elevado, acima do registrado antes da pandemia.
 
Segundo o professor de economia do Ibmec, William Baghdassarian, tudo funciona com base nas expectativas. À medida em que se acredita que a economia vai melhorar os investidores já começam a atuar. 
 
“Essa melhora do índice representa um maior otimismo do setor industrial principalmente com relação à economia brasileira nos próximos meses. Isso tem uma pegada boa porque você acaba fomentando o investimento e os empresários não vão esperar a economia brasileira crescer para começar a investir”, afirmou. 
 
Em junho de 2021, a confiança aumentou em 29 dos 30 setores da Indústria analisados. Todos os setores da Indústria estão confiantes, ou seja, apresentam índices de confiança acima dos 50 pontos.
 



Fonte: Brasil 61

Foto: Pixabay

 

O brasileiro não tem um minuto de paz neste país.

 

O preço dos combustíveis vai subir mais uma vez, anunciou a Petrobras. A partir desta terça-feira o diesel, a gasolina e o gás de cozinha vão ficar mais caros. O reajuste da gasolina na refinaria será de 6,3 por cento e o do diesel será de 3,7 por cento.

 

Já o gás de cozinha terá uma alta no preço de seis por cento, o que significa na distribuidora um crescimento de 20 centavos por quilo no botijão. Só neste ano, a gasolina acumula uma alta de 46 por cento, sendo encontrada nos postos do país com preço de seis reais o litro.

 

Já o diesel acumula alta de 40 por cento e está com preço médio de cinco reais de 89 centavos o litro. O gás de cozinha já é vendido em boa parte do país com preços acima de 100 reais o botijão de 13 quilos.

 

Agência do INSS. Foto: Agência Brasil

O INSS vai pagar a diferença do auxílio-doença de quem recebeu a parcela de mil e 45 reais antecipada.

 

 

De acordo com a previdência, os pagamentos serão feitos ainda neste mês, mas a data ainda não foi divulgada. Esta diferença será paga mesmo que o segurando não tenha passado pela perícia médica.

 

Porém, existem algumas condições. O beneficiário deve ter direito ao auxílio-doença maior que mil e 45 reais. Só vai receber também quem teve o benefício antecipado até o dia dois de julho deste ano e não solicitou a prorrogação.

 

A antecipação do auxílio-doença foi uma das medidas do INSS para minimizar a espera de quem aguardava na fila enquanto as agencias estavam fechadas. Mesmo com o retorno de parte das agências do INSS, o segurado pode escolher entre antecipar mil e 45 reais do auxílio ou aguardar a perícia e receber todo o benefício.

 

Divulgação/Petrobras

A gasolina, o diesel e o gás de cozinha estão mais caros nas refinarias a partir desta terça-feira, seis de julho.  


A Petrobras anunciou, na véspera, os reajustes dos três produtos de uma só vez.  

O preço médio de venda de gasolina nas refinarias passará a ser de 2 reais e 69 centavos por litro, um aumento médio de 16 centavos sobre o valor anterior - ou reajuste de 6,3%. 


Já o litro do diesel agora custa, em média, R$ 2,81, refletindo aumento médio de 3,7%, o que equivale a 10 centavos por litro. 


No acumulado do ano, gasolina e diesel já acumulam alta de 46% e 39%, respectivamente.  

Quando o ano começou, o litro da gasolina custava em média R$ 1,84 e o do diesel, R$ 2,02. 

Já sobre o preço do gás de cozinha, o reajuste praticado pela Petrobras foi de quase 6%. 

O quilo do produto está, em média, 20 centavos mais caro em relação ao preço anterior e agora custa 3 e 60 - o que significa uma cobrança de 46 reais e 80 centavos pelo botijão de 13 quilos nas refinarias.  


Importante destacar que o preço de refinaria representa apenas parte do valor de venda desses produtos para o consumidor - o repasse do aumento depende das distribuidoras, dos postos e das políticas tributárias de cada estado. 

Fato é que os três itens devem pesar mais no bolso do consumidor nas próximas semanas.  


Foto: Divulgação Internet


O preço da arroba do boi gordo está estável nesta segunda-feira (05), em São Paulo, sendo comercializada a R$ 316,05. Em Barretos SP), o preço da arroba do boi gordo também segue estável com venda a R$ 310,50. Em Goiânia (GO), a arroba do boi gordo é vendida a R$ 296,50 e no norte de Minas Gerais, a R$ 301,50. 

O preço do quilo do frango congelado está estável sendo comercializado em São Paulo a R$ 7,22. Em Santa Catarina o preço do quilo do frango congelado é cotado a R$ 6,90, e a R$ 7,00 em Porto Alegre. 


O preço da carcaça do suíno teve queda de mais de meio por cento em São Paulo com venda a R$ 9,94 o quilo. No Paraná, a carcaça do suíno é comercializada a R$ 9,40, em Santa Catarina a R$ 9,60 e a R$ 9,10 no Mato Grosso.    

Os valores são do Canal Rural e Cepea.



Fonte: Brasil 61
Pixabay


O Ministério da Saúde lançou, na última semana, a plataforma Conecte-SUS Profissional – uma ferramenta que vai possibilitar o compartilhamento de informações de pacientes e permitir o acesso aos dados em qualquer lugar do país. O programa está pronto para ser acessado em cerca de 15 mil Unidades Básicas de Saúde (UBS) em todo o Brasil, o que significa um passo importante para a informatização dos serviços prestados aos mais de 210 milhões de brasileiros, com mais rapidez e menor burocracia.  


O lançamento ocorreu na Unidade Básica de Saúde que serviu de piloto para o projeto, em Marechal Deodoro (AL). Na ocasião, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, destacou a informatização das unidades de saúde como etapa fundamental para melhorar o acesso de cada vez mais brasileiros a um atendimento com mais agilidade e de maior qualidade. O ministro ainda destacou que o fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS) é o caminho para vencer a Covid-19.



Com o reforço dessa tecnologia, os médicos por todo o Brasil poderão ter acesso ao histórico clínico com dados registrados nas redes pública e privada, nos vários níveis de atenção à saúde. Atualmente o sistema permite acesso a informações de apoio ao combate à Covid-19, à Carteira de Vacinação Digital, ao Certificado Nacional de Vacinação e resultados de exames para a Covid-19.



Fonte: Brasil 61

 

Imagem: Brasil 61

Terça-feira (6) será mais um dia de tempo firme na Região Sul. O sol aparece em todas as áreas, com algumas variações de nuvens entre o litoral do Paraná e Santa Catarina, mas não chove.

A temperatura pode ficar entre 6 e 21 graus. Os índices de umidade relativa do ar variam entre 35% e 100%.

As informações são do Somar Meteorologia.



Fonte: Brasil 61


Por volta das 21h desta segunda-feira (5), no km 159 da BR 471, em Rio Pardo, ocorreu um acidente envolvendo um ônibus emplacado em Vale do Sol/RS e dois caminhões emplacados em Venâncio Aires/RS que carregavam lenha. 


O motorista do ônibus de 52 anos veio a óbito no local, 16 pessoas foram encaminhadas ao Hospital, alguns em estado Grave.


A pista continua Bloqueada em ambos os sentidos.


Fonte: PRF